terça-feira, 4 de outubro de 2011

Obra Prima

terça-feira, 4 de outubro de 2011
Na desmedida vontade, em uma noite inspiradora de me apaixonar novamente por versos, revirando algumas paginas de Shakespeare, lendo o demasiado "humano" (personagem) de Romeu, me bateu uma saudade de escrever algo belo, que muitas esperanças, alguém, um dia, ao meu coração prometeu! Nessa madrugada dormi contente com o resultado dos rabiscos que no papel se deu, pelos suspiros inspirados, em ritmos, vezes harmoniosos, vezes descompassados que meu coração bateu. Apenas gostaria de em um futuro próximo, encontra-la, e mostrar-lhe o que dessa noite inspiradora sucedeu, vai que ela sorrindo, encantada olhando pra mim, me diz: "Como são lindo os versos teus!"



imagem - Carne Griffiths


Louco de amor,
desatina em mim o desejo
com irrefutável fulgor.


O corpo que fala em gestos,
desejando a minha própria sorte,
a entrega do seu corpo espero.


Que se entregue a mim,
te serei eternamente devoto,
por não antes ter te encontrado,
será meu verdadeiro remorso.


Infindáveis horas a te compor em versos,
atrás de palavras que expressem, 
o que de você, realmente quero.


No rastro do seu perfume,
voz e olhar, 
com essa minha sina a me guiar,
apostando de olhos fechados
certo de que vou te achar.


Se me ignoras, sem olhares,
nem respostas, sigo lento,
buscando mais inspirações
do meu humilde talento.


A mercê de uma futura sorte...


Com uma única razão para ser seu,
enumerando razões para que sejas minha,
porque em ti, darei o titulo,
da minha mais linda obra prima.

Artur César
22/04/2011  17:45

10 comentários:

Ela disse...

Que harmonia linda Artur! Tenho completa certeza que qualquer mulher adoraria receber tão lindos versos! Como já disse: Tu és um talento!
Beijos

Natália Rocha disse...

Como são lindo os versos teus!

Amei, Artur!
Que a entrega seja sempre leve e que o único remorso seja mesmo o de não ter se conhecido antes.

beeijos*

Flor de Lótus disse...

Oi,Artur!Lindo e vai por mim quando e onde tu menos esperar ela vai aparecer e com certeza vai achar muito lindos os versos que fizeste para ela.
Beijosss

Luna Sanchez disse...

Que lindo, Artur, que lindo, que lindo!

Só não é perfeito porque a data compromete um pouco, sabe?

:P

Beijos.

Jaci Rocha disse...

Como é belo o teu verso, Arthur! - Fico feliz por estar aqui,sendo contemplada com o talento teu!!!=)
Beijo

Artur César disse...

por Lívia Azzi:

Certos amores provocam os mais altos torpores... feito tua obra prima. Cada poro, um verso. Cada desejo, um poema. Nem todas as palavras do mundo poderiam descrever o que a imaginação faz enquanto o corpo espera.

Laura disse...

Aaaahhh que lindoooo!!! Como meu amigo é romântico!
Acho lindo esse lado que muitos homens esconde.
Lindo verso. Linda alma.
Bjs meu anjo.

Anônimo disse...

AI..ai...ai...ai...ai....Queria alguém compondo assim pra mim.....
Da uma invejinha!!!!!!!
Queria ser uma "Obra Prima" ......
Bjinhos mil

Vênus, Vanessa. disse...

Linda poesia, rapaz.

Codinome Beija-flor disse...

"...A lor que chamamos de rosa se outro nome tivesse ainda teria o mesmo perfume; assim é você Romeu, se outro nome que (não Capuleto) tivesses, ainda assim teria a mesma perfeição tens agora.
- Chama-me somente de amor - diz Romeu – e serei novamente batizado e jamais serei romu outra vez."
(William Shakespeare)

Inspirador, sempre...Ressuscitar Romeu é mais do que ser, é existir, nas palavras e na poesia. Em outrora eu até diria que a coisa toda a fábula em torno do amor nao passa de um passatempo do destino, mas como eterna Julieta que procura seu Romeu, amei o texto. Artur.

Postar um comentário

 
Essa Parte de Mim... © 2008. Design by Pocket